sexta-feira, dezembro 24, 2004

Pois é, pois é… eu voltei…

Pois é, pois é… eu voltei…

Não, não… tenham calma… nada de política… já chega por hoje… se bem… mas não… por hoje acabou…

Não sei bem como é o vosso Natal… como vivem esta época… para mim é complicado… são muitas as recordações, a nostalgia chega a esmagar-me.

Hoje tomei consciência de mais uma realidade… na verdade muito simples… o meu filho acredita no Pai Natal… mais: ele acredita que o Pai Natal pode transformar abóboras em prendas…

Confusos?

Não vos vou aborrecer com histórias laterais, mas é um facto que sou o feliz proprietário de duas abóboras chila desde de ontem… digamos que entrei num concurso de culinária… as abóboras servem de matéria-prima para uma iguaria que eu tenho de confeccionar… nada demais… vou ganhar com uma grande vantagem… as pupilas gustativas não enganam… são como o algodão… (bem, esta foi estúpida) …

Quem não tem miúdos talvez não compreenda, mas não foi fácil justificar as duas abóboras… para o Pedro tornou-se um verdadeiro mistério a desvendar… é nesta altura que entra o Pai Natal…

As abóboras são a prenda do petiz… na noite de Natal o Pai Natal irá proceder a magia… a cucurbitácea irá transformar-se na prenda do rapaz… isso apenas no caso de ele ter tido um comportamento exemplar ao longo do ano…

Resumindo, tenho duas abóboras junto à árvore de Natal… entre os embrulhos coloridos...

Escusado será dizer que ele se plantou junto da árvore, pois o milagre poderá – eventualmente – acontecer antes da meia-noite do dia 24… com todo o trabalho que o Pai Natal tem… ainda por cima com aquela idade…

Todas as histórias devem ter uma razão… enfim, um point-of-view… esta não o tem… apenas um pai confuso… será que ele acredita mesmo? Ou será que ele está a brincar comigo?

Não sei, estou baralhado…

Como eu gostaria de ser como o Pedro… que as abóboras se transformassem em algo de bom… o que poderia ser um Pedro Santana Lopes? Imaginem os milagres que poderiam ocorrer com um Paulo Portas? Um Bagão Félix? E com um Carlos Galveias????

Também quero acreditar no Pai Natal!!

1 comentário:

Carla Ferreira disse...

Bem não resisti...
A música está fantástica!

O Pai Natal até pode existir e as abóboras, essas, tb se podem transformar, nem que seja num magnifico doce!!

Para o grupo fantástico deste Blogue...Desejos de um excelente Natal!