terça-feira, junho 13, 2006

Sonho

Despertei na cidade
Repleta de sonhos
Sentei-me acordado
Sonhando a noite

Saí para o céu
Encontrei-te na rua
E lembrei-me da névoa

Gritei no silêncio
Ouvi-me no eco
Pensei-me no vento
Cortante momento

Corri na estrada
Toquei-te na pele
Gelei no contacto

Sonhando na noite
Desmaiei na calçada
Acordei na cidade
Sentei-me acordado

De casa corri,
corri para casa
E fugi

Fugi dos medos da alma


F.Marinho

2 comentários:

Carlos Galveias disse...

Gostei... fico à espera de mais!

Bom fim-de-semana a todos [mirones incluídos...]

Ramiro Pinto disse...

Sempre em forma.
Muito bom especialmente...quotidiano
aquele abraço